Uncategorized

Aplicativo permite executar softwares para Windows no Android

Os usuários do Android agora têm seus horizontes ainda mais expandidos. Agora é possível rodar programas desenvolvidos para o Windows dentro do sistema do Google graças a um velho conhecido dos usuários de Linux e MacOS: o Wine.

Conforme relata o Android Police, a empresa Codeweavers lançou a versão 3.0 do Wine, que cria uma camada de compatibilidade sobre sistemas UNIX, que pode ser instalado no celular como um APK. O app oferece a exibição em tela cheia do Windows, além de um menu Iniciar no canto inferior e suporte para áudio e gráficos.
Como a versão ainda é recente, pode ser que ela não funcione perfeitamente em todos os dispositivos Android. Segundo o site, por exemplo, ele funcionou no OnePlus 5T, mas travou no Pixel 2016 e no Galaxy Tab S.

As limitações ainda são grandes, no entanto. Se você conseguir rodar o Wine no Android, ele ainda não tem muitas capacidades, justamente por essa ser a primeira versão. Isso inclui, por exemplo, a incompatibilidade com o Direct3D, o que faz com que vários programas simplesmente não funcionem, o que dificulta bastante a execução de jogos, a menos que eles sejam forçados a utilizar o OpenGL.

É importante observar, no entanto, que o Wine não é um emulador, e sim apenas uma camada de compatibilidade entre softwares do Windows e sistemas UNIX. Isso significa que o Wine para Android só vai rodar todos os programas do Windows em sistemas que usam arquiteturas x86 em seu processador, o que é bastante raro em celulares e tablets. Em aparelhos com processadores ARM, só será possível rodar os programas que foram adaptados para o Windows RT, criado para operar em arquitetura ARM.

O projeto pretende expandir as capacidades do Wine no Android no futuro, usando a tecnologia QEMU para emular instruções de processadores x86 para ARM, mas o recurso ainda não está completo.

Se você é um dos interessados em executar softwares do Windows em seu Android, é possível baixar o APK do Wine neste site. A recomendação é baixar os arquivos nomeados “wine-3.0-arm” ou “wine-3.0-x86” e ignorar todos os APKs que mencionam a sigla “rc”, que significa “release candidate” e representam as versões que estiveram próximas de serem lançadas como finais, mas que por um algum motivo não foram julgadas boas o bastante para tal.

Via olhar digital

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *