Antes de a OMS confirmar que o mundo passa por uma pandemia causada pelo novo coronavírus, começou a circular o rumor de que a Apple teria planos de realizar um evento no final de março para apresentar um novo iPad e um iPhone mais barato. O evento foi internamente cancelado, mas isso não impediu a companhia de lançar os novos tablets nesta quarta-feira (18), inclusive no Brasil.

O iPad Pro de 2020 chega em duas versões com tamanhos de tela diferentes e com a proposta de substituir o seu PC. “Seu próximo computador não é um computador”, diz a Apple. “Ele é uma superfície quase mágica. Mais rápido que a maioria dos laptops. Com câmeras que transformam a realidade. E você pode tocar, usar com Apple Pencil, com teclado e até com trackpad. É o novo iPad Pro”.

O tablet chega com display Liquid Retina de 11 polegadas e 12,9 polegadas nas cores cinza espacial e prata, além de quatro opções de armazenamento: 128 GB, 256 GB, 512 GB e 1 TB. Em matéria de conectividade, o usuário poderá optar por comprar o modelo com suporte apenas a Wi-Fi ou Wi-Fi e dados móveis. Independentemente da escolha, todos os modelos têm suporte ao Apple Pencil e Magic Keyboard, vendidos separadamente.

Entre os destaques do novo iPad Pro estão a tela com tecnologias ProMotion, True Tone e promessa de ter a melhor precisão de cores da indústria. O conjunto de câmeras também não é brincadeira, com uma wide de 12 MP e outra ultrawide de 10 MP. E não é só isso: o LiDAR (Light Detection and Ranging, em inglês) calcula as distâncias e permite uso de realidade aumentada, por exemplo, com muito mais precisão. Segundo a Apple, trata-se de uma tecnologia usada pela NASA na próxima missão a Marte, adaptada para caber na estrutura fina do novo iPad Pro.

Para fechar as especificações de hardware, o novo chip A12Z Bionic “deixa muito PC para trás”. O processador gráfico tem oito núcleos, suficiente para garantir performance e realismo em apps e jogos. Segundo a Apple, o iPad Pro consegue trabalhar com apps profissionais e até aguenta editar vídeos em 4K e projetos 3D e de realidade aumentada. Além disso, o dispositivo é multitarefas, como um PC de verdade, graças ao iPadOS — em vez do iOS utilizado no iPhone.

Magic Keyboard

Magic Keyboard transforma iPad Pro em um notebook (Foto: Divulgação)

De nada adianta toda essa potência se um tablet não deixa de ser apenas uma tela com o hardware bem organizado na parte de dentro. Para transformar o iPad Pro em um PC, é necessário usar o novo Magic Keyboard, que transforma o dispositivo em um notebook, até mesmo com a possibilidade de se fechar e carregar como um laptop. O acessório inclui teclado e trackpad.

O acessório é compatível com o iPad Pro de 12,9 polegadas de 3ª e 4ª geração, e também com o iPad Pro de 11 polegadas de 1ª e 2ª geração.

Preço e disponibilidade

A Apple já incluiu informações sobre o novo iPad no site brasileiro. Apesar de ainda não ter informações sobre o início da disponibilidade por aqui, já podemos saber os preços. O Magic Keyboard, por sua vez, está prometido para a partir de maio. Veja os preços das versões Wi-Fi e Wi-Fi+4G do novo iPad Pro:

iPad Pro de 11 polegadas

  • 128 GB – R$ 8.499 / R$ 10.099
  • 256 GB – 9.499 / R$ 11.049
  • 512 GB – 11.349 / R$ 12.949
  • 1 TB – R$ 13.249 / R$ 14.849

iPad Pro de 12,9 polegadas

  • 128 GB – R$ 10.499 / R$ 12.099
  • 256 GB – R$ 11.499 / R$ 13.049
  • 512 GB – R$ 13.349 / R$ 14.949
  • 1 TB – R$ 15.249 / R$ 16.849

Magic Keyboard

  • 11 polegadas – R$ 2.599
  • 12,9 polegadas – R$ 2.999

O que você achou da nova linha de iPad Pro da Apple? Se interessou por algum? Conta para gente nos comentários.

Com informações de Canal Tech / Apple

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Apple