A Apple é alvo de um novo processo por causa de um problema dos MacBooks. Uma ação coletiva foi movida por consumidores em um tribunal dos Estados Unidos sobre uma chamada “flexgate”, cujo nome vem de sua origem no cabo flexível que conecta a tela do computador ao resto da máquina. O defeito atinge o display do MacBook Pro produzido em 2016 e 2017, mostrando manchas escuras na borda inferior e até desligando em determinadas situações.

O objetivo dos usuários é garantir o reembolso a todos os consumidores do país que tiveram que pagar pelo conserto de um problema com seus notebooks fora da garantia. Vale lembrar que em conexão com o problema, em 2019 a Apple lançou um programa de reparo para corrigir a situação, mas estava disponível apenas para os modelos MacBook Pro de 13 polegadas.

Cabo que liga tela e placa pode causar o problema — Foto: Reprodução/iFixIt

A origem do problema é o cabo flex que conecta a tela à placa-mãe do notebook. De acordo com análises do iFixit, um serviço de conserto de gadgets, o cabo não é forte o suficiente e o estresse natural de usar um MacBook pode causar problemas com o tempo.

Os dispositivos afetados mostram uma distribuição desigual da luz de fundo – a luz que ilumina a tela LCD – na borda inferior, que é semelhante à de um palco de teatro. Outro problema é que a tela desliga se o usuário levantar a tampa para um ângulo mais aberto.

Com informações de TechTudo

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Apple