A Netflix deixou oficialmente de oferecer o período gratuito de testes para novos usuários do Brasil. Isso significa que o primeiro pagamento já será efetuado no momento da assinatura. Até então, qualquer pessoa podia assistir a todo o conteúdo da plataforma de graça por 30 dias, como forma de conhecer o catálogo, e só começaria a pagar após o tempo de degustação. A novidade na plataforma brasileira aconteceu em dezembro de 2019, mas só agora começou a ser observada pelos usuários.

A mudança vem acontecendo de forma global há quase um ano, quando Espanha e outros países da América Latina também deixaram de oferecer a degustação. Em dezembro, o Reino Unido também teve o período de testes encerrado. A Netflix explicou que essa era uma das maneiras de promover o serviço, mas que a empresa vem sempre investindo em métodos diferentes para isso.

“Estamos buscando novas formas de atrair novos assinantes e promover nosso serviço no Brasil, oferecendo uma ótima experiência com a Netflix”.

As novas estratégias de marketing citadas pela empresa envolvem a distribuição gratuita de algumas produções específicas para não-assinantes. No Brasil, o primeiro episódio da série brasileira Irmandade e a animação Klaus, indicada ao Oscar, estão liberados para qualquer pessoa. Já nos Estados Unidos, o primeiro filme da franquia “Para todos os garotos que já amei” está liberado até o dia 9 de março.

Site da Netflix informa que não oferece mais período de degustação no Brasil — Foto: Reprodução/Netflix
Site da Netflix informa que não oferece mais período de degustação no Brasil — Foto: Reprodução/Netflix

Na página de ajuda do site da Netflix Brasil, uma mensagem afirma que, no momento, a empresa não oferece utilização gratuita no país, e orienta o usuário a escolher um plano de assinatura mensal para acessar os filmes e séries. Atualmente, os planos da Netflix custam R$ 21,90 para uma tela em definição padrão, R$ 32,90 para duas telas Full HD e R$ 45,90 para quatro telas Ultra HD simultâneas.

Via Netflix e The Sun

068

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in GA Tech News