O controle do Xbox series X foi homologado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), na última semana, de acordo com informações do website online especializado InsiraFicha. Com isso, o produto pode ser comercializado no Brasil, apesar de a Microsoft ainda não ter se manifestado sobre o início das vendas ou o preço do console. Designado como modelo 1914, a documentação da agência traz fotos do dispositivo e até mesmo o guide de usuário completo. Ao contrário do DualSense do ps five (PS5), o controle do novo Xbox usa pilhas, mas rivaliza diretamente com a opção da Sony com a oferta de gatilhos adaptáveis.

Outros recursos incluem direcional substituível, promessa de retorno háptico (para simular sensações de tato mais ricas do que a vibração), além de tecnologias para reduzir a latência dos comandos. Isso deve tornar os jogos mais fluidos e a interação do controle mais ágil e precisa.

Certificação permite que Microsoft comercialize o produto no país; data de lançamento ainda não foi revelada — Foto: Reprodução/Anatel

O processo de certificação da Anatel, aberto à consulta pública, traz imagens do controle e a íntegra do manual do usuário. As imagens não revelam nenhuma grande novidade a respeito do acessório, apenas indicam que a unidade submetida às autoridades brasileiras ainda é considerada um protótipo, de acordo com a etiqueta.

O controle do Xbox Series X terá algumas novidades na comparação com as versões atuais, usadas no Xbox One. Uma delas é o retorno háptico, em que o controle produz sensações de tato mais complexas do que a simples vibração, comum em gamepads atuais. Há também gatilhos com nível de pressão ajustável e todo um conjunto de tecnologias criadas para diminuir a latência, em um esforço que deve tornar jogos no Xbox com o controle mais ágeis e fluídos.

Porta USB-C indica que o controle é do Xbox Series X — Foto: Reprodução/Anatel

Outras características são as opções de conectividade sem fio ou via USB-C, além da oferta de um direcional removível, como acontece com a versão Elite do atual controle do Xbox. Em relação à bateria, a Microsoft já explicou que sabe que o tema da pilha vs. bateria é polêmico entre os jogadores, mas que entende que a opção pelas pilhas comuns é mais interessante para o seu público.

Com informações de TechTudo

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *