Gigante chinesa repete nomenclatura da Apple. Preços partem do equivalente a R$ 859.

A Xiaomi apresentou o Redmi Note 9 Pro e o Redmi Note 9 Pro Max, os novos celulares de ponta da marca. A ficha técnica se destaca pela bateria de 5.020 mAh, câmera de até 64 MP e processador Snapdragon 720G. O preço inicial da versão Pro começa em 12.999 rúpias (cerca de R$ 859 na cotação atual), enquanto o preço inicial do Pro Max é de 14.999 rúpias (cerca de R$ 991). O lançamento ocorre primeiro na Índia e não tem previsão de desembarque no Brasil.

A gigante chinesa optou por repetir a nomenclatura adotada pela Apple no iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max, os modelos mais recentes da empresa da maçã. Embora fosse aguardado, o suposto Redmi Note 9 não foi oficializado pela companhia, indicando a preferência por equipamentos mais parrudos.

O Redmi Note 9 Pro e Redmi Note 9 Pro Max estão disponíveis nas cores azul, branco e preto — Foto: Divulgação/Xiaomi
O Redmi Note 9 Pro e Redmi Note 9 Pro Max estão disponíveis nas cores azul, branco e preto — Foto: Divulgação/Xiaomi

O maior destaque dos aparelhos é a bateria de 5.020 mAh com promessa de autonomia de até dois dias. Além disso, conta com recarga rápida. O processador Snapdragon 720G, fabricado pela Qualcomm, tem foco em games e deve agradar os usuários mais exigentes.

São várias as combinações de hardware. Confira abaixo.

Redmi Note 9 Pro:

  • 4 GB de RAM + 64 GB de armazenamento – 12.999 rúpias (R$ 859)
  • 6 GB de RAM + 128 GB de armazenamento – 15.999 rúpias (R$ 1.044)

Redmi Note 9 Pro Max:

  • 6 GB de RAM + 64 GB de armazenamento – 14.999 rúpias (R$ 991)
  • 6 GB de RAM + 128 GB de armazenamento – 16.999 rúpias (R$ 1.110)
  • 8 GB de RAM + 128 GB de armazenamento – 18.999 rúpias (R$ 1.240)

Ambos os smartphones são equipados com tela IPS LCD de 6,67 polegadas (resolução FHD+) e taxa de atualização de 60 Hz, GPU Adreno 618, vidro Gorilla Glass 5, suporte a cartão MicroSD e Android 10 com a interface MIUI 11. Haverá opções nas cores Azul Aurora, Branco Glacial e Preto Interestelar.

Redmi Note 9 Pro e 9 Pro Max: câmeras potentes e muita memória RAM

O conjunto fotográfico do Redmi Note 9 Pro inclui sensores de 48 MP, 8 MP (ultra wide de 119º), 5 MP (macro) e 2 MP (profundidade), enquanto a câmera frontal tira selfies de 16 MP.

Já a edição Pro Max aposta nos diferenciais dos sensores principal de 64 MP e frontal de 32 MP. Desta vez, as câmeras traseiras foram organizadas em um formato quadrado e a tela possui um único furo para o sensor frontal.

A câmera principal do Note 9 Pro Max tem 64 MP e a frontal conta com 32 MP — Foto: Divulgação/Xiaomi
A câmera principal do Note 9 Pro Max tem 64 MP e a frontal conta com 32 MP — Foto: Divulgação/Xiaomi

Os aparelhos também possuem entrada P2 (padrão de 3,5 mm) para fones de ouvido, sensor infravermelho, biometria pelo leitor de digitais na lateral e traseira curvada 3D no Pro Max.

A Xiaomi vai abrir as vendas do Redmi Note 9 Pro em 17 de março e do Redmi Note 9 Pro Max em 25 de março.

Com informações de 9to5Google, TechRadar e TechTudo

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Smartphones